top of page

Confira 5 erros mais comuns quando o assunto é personalização de camisetas

Fazer uma roupa personalizada, seja uma camiseta, calça, jaqueta ou qualquer outra peça, pode ser uma ótima alternativa para você que quer ter algo único. Porém, podem acontecer alguns contratempos na personalização que acabam fazendo com que elas não saiam como o planejado. Como evitar isso?

Com o artigo a seguir, essa dúvida será solucionada e você vai aprender a melhor maneira de personalizar suas roupas e quem sabe até mesmo lançar moda por aí.

Confira!


5 erros mais comuns na hora de personalizar suas camisetas

Para evitar frustrações com o resultado da sua personalização, listamos os cinco erros mais comuns, do planejamento à execução, para te ajudar nesse trabalho. Então é só ler com bastante atenção para não repeti-los por aí.


1 - A imagem e/ou estampa estão com a resolução errada

Como todos bem sabemos, a internet é um lugar maravilhoso para pesquisar referências e imagens. Com ela, é possível achar fotos de qualquer coisa que você desejar. Porém, muitas delas não estão com a resolução adequada para virar uma linda estampa para sua camiseta. E algumas pessoas não prestam atenção nisso antes que seja tarde demais.

A regra aqui é simples: quanto maior for a imagem, melhor ela vai ficar estampada na sua camiseta. Mas se ela for muito pequena, a estampa não vai ficar bonita.

Para evitar esse erro, procure imagens JPEG ou PNG (ambos são os padrões mais utilizados para fotos na internet) e 300 dpi. O dpi serve para classificar os pixels por polegada. Logo, uma foto com 300 dpi tem 300 pixels por polegada. Essa é a resolução mínima para que sua camiseta fique com uma boa impressão.


2 - Proporção errada da estampa na camiseta

Já pensou comprar uma linda camiseta de tamanho GG no site, e quando ela chega pra você, a estampa está pequena, como se fosse para uma camisa P? Isso seria péssimo, não é mesmo?


Portanto, quando for personalizar as suas roupas, saiba que elas precisam ter uma proporção adequada de acordo com o tamanho da peça. Por exemplo: as estampas precisam ser de tamanhos diferentes para camisetas pequenas, médias e grandes.




3 - A técnica utilizada x a qualidade do tecido

Não é toda imagem que pode ser estampada em qualquer tecido. Além disso, cada técnica de estamparia possui a sua particularidade, fazendo com que a escolha precise ser pensada. Por exemplo, se a estampa que você escolheu tiver muitos degradês, a técnica chamada de serigrafia não é a melhor. Também chamada de silk screen, ela utiliza uma tela vazada para a aplicação de cada cor, por isso a limitação quanto à quantidade de tons.

Já se a técnica escolhida for a sublimação, que consiste em transferir a estampa para o tecido através de alta temperatura, a camiseta não pode ter mais de 80% de poliéster na composição e deverá ser em cor clara.

Portanto, pesquise antes de definir uma técnica e não errar na hora H. Além das duas já citadas, os outros métodos de estampar são: power film, cromia, transfer (que pode ser digital, litografia, solvente ou serigráfico) e a sublimação localizada.


4 - A cor da camiseta

A coloração da camiseta que será estampada também é de extrema importância. Às vezes pode acontecer de uma determinada estampa não ficar bem com uma camiseta de uma cor específica. Mas como saber se vai ficar bom ou não?

Fazer isso é muito simples: realize alguns testes com o fundo da estampa e a cor que você escolher para a camiseta. Dessa maneira, já dá para ter uma noção se a combinação vai ficar boa ou não.

É muito importante que a coloração do fundo se aproxime ao máximo da cor da camiseta que você vai estampar.

Além disso, há um detalhe que não pode passar despercebido, tirar o fundo colorido da sua arte antes de personalizar a camiseta. Imagine que você fez um desenho super legal, testou a cor, mas esqueceu de tirar o fundo atrás, que estava pintado de branco. Quando for estampar a roupa, esse fundo branco vai sair junto também. Muito chato, não é mesmo?


5 - O texto não está legível

Muitas pessoas fazem camisetas estampadas não só com imagens, mas com textos também. E é aí que mora outro erro muito comum, porque o texto também precisa ser legível e estar em uma resolução adequada.

Muitas vezes ao usar um software para edição do texto, aparentemente está tudo certo com a imagem, mas nem sempre o que está sendo visualizado ali na tela é exatamente o que sairá na impressão da camiseta. Portanto, verifique se todos os elementos que estão presentes vão sair da maneira certa antes de mandar para quem for fazer a estampa nas roupas.


Enfim, agora você aprendeu com a Malharia Tropical quais são os erros mais comuns cometidos na personalização de camisetas. Então, preste bastante atenção na hora de montar a arte para não repetir nenhum deles, hein?

Também aproveite para continuar por dentro do mundo têxtil com os outros posts do nosso blog, aguardamos você!


0 comentário

Comments


bottom of page